Como Comprar ?

Por que será que é quando tenho tempo livre que surgem as idéias mais fantásticas da minha vida? Em apenas uma semana eu decidi vários destinos de viagem, descobri que preciso fazer diversos cursos e atividades físicas, fiz um planejamento profissional incrível, criei uma lista de livros que quero ler o mais rápido possível – e comprar, e ainda por cima fui ao shopping e descobri mais algumas coisas que “preciso ter para ser feliz”.

Uma vez uma amiga falou uma frase perto de mim, ao ver uma coisa que ela queria comprar, e eu nunca mais consegui achar nada que chagasse perto de expressar tão profunda e perfeitamente os meus desejos: “PRECISO DISSO PARA SER FELIZ AGOOOOORA !!!”

Pois é, o problema não é querer, muito menos querer com pressa, o problema é não ter como comprar, pelo menos agora.

Então, respondendo a pergunta que fiz no começo do texto, tenho algumas hipóteses:

1 – Tenho idéias fantásticas quando estou livre porque não tenho compromissos profissionais e nada de realmente importante a fazer.

2 – Porque quando estou sendo paga para trabalhar, não tenho tempo de sonhar, pois tudo que faço é trabalhar e depois colocar em prática o que é prioridade.

3 – Porque sou masoquista, já que estou desempregada e tudo que desejo fazer agora depende diretamente daqueles papeizinhos coloridos cheios de desenhos de bichinhos, também conhecido como dinheiro.

Nada contra os masoquistas, mas, pensando bem, sadismo não funciona muito bem comigo, portanto, enquanto eu não consigo um trabalho ou um “freela”, pelo menos, comprar é palavra proibida no meu vocabulário, e não encontrada no meu dicionário. Na verdade, eu nem sei o que é isso. O que? Heim? Comprar? Palavra estranha essa…

Em tempo: colegas fotógrafos e jornalistas de São Paulo, se precisarem do meu currículo, estamos aí. 😉

Roberta Simoni