O fogo apagou?

Vela

Não sei se é a idade nova – que me torna cada vez mais velha -, se é o inverno que deixa a gente meio mole, a chuva que desanima de fazer qualquer programa ou o meu estado de espírito mesmo, só sei que a minha chama tá fraquinha, fraquinha. De fogo, virou água!

Sair pra badalar? Fora de cogitação… barzinho ainda vai, mas só com a ajuda dos amigos para me arrancarem de casa à força, e olhe lá! Sair pra dançar? Neeeeeever! Sem clima para boates, lugares lotados, gente bêbada, restaurantes concorridos, trânsito congestionado, estacionamentos cheios, filas de espera. Uia! Dá nervoso só de pensar…

Uma preguiça de dar gosto de fazer aquela social, totalmente sem pique para amigos agitados e disposição zero para programas obrigatórios. Só a palavra obrigação já carrega um peso que cansa só de pronunciar.

E eu sou – ou era – daquelas que topavam qualquer programa. Comigo não tinha tempo ruim… tinha um fogo pra sair, só passava em casa para tomar banho e dormir. De repente, sem que eu percebesse, não só virei uma moça caseira, como envelheci uns 20 anos da noite pro dia, e sem ser avisada previamente disso. Simplesmente aconteceu.  

PreguiçaEu já nem tiro mais aquela pilha de livros da minha cama. Divido o espaço com eles… é tão prático, só botar os óculos, escolher um, esticar o braço, pegar e ler até a vista cansar ou até dar fome… credo! Já era gorda, agora tô ficando nerd. Pior: nerd gorda! (a essa altura, aposto que algumas leitoras estão se deleitando ao me imaginarem numa cama cheia de doces, toda descabelada, com meus quatro olhos, de pijama e meias, perdida num amontoado de livros. Mas, não se precipitem: eu estou mantendo as caminhadas diárias e, AINDA não estou indo da cozinha para a cama e da cama para a cozinha rolando. Faço questão de lembrar às minhas pernas que elas que elas têm utilidade sim, ao contrário do que elas tentam me convencer).

Estou apenas temporariamente improdutiva e inoperante. Fora do ar por tempo indeterminado. E se a preguiça é um dos sete pecados capitais, eu vou queimar no “mármore do inferno” por mais este, e vou queimar di cum força! Alguém aí vai virar churrasquinho comigo, ou estou sozinha nessa? (du-vi-dê-ó-dó !!!)

Roberta Simoni

Anúncios

10 comentários sobre “O fogo apagou?

  1. Tem transfusão de tudo nessa vida né?
    Porque não criaram ainda uma transfusão de energia?
    tô doando e aceito ser cobaia em testes, TUDO PELA MEDICINA rs

    Curtir

  2. Rs…Beta e Marcelle, somos 3!!!!

    Já não tenho paciência para lugares lotados, baladas e etc, faz tempo!! O que ainda me agrada são os bares, com uma musiquinha ao vivo, e olhe lá,rs…põe apagadinha nisso!

    Bjokas!!

    Curtir

  3. Mesmo se vc já estivesse numa cama cheia de doces, toda descabelada, com seus quatro olhos, de pijama e meias, perdida num amontoado de livros continuaria sendo minha linda “Betina”! Amoooooooo! Bjos.

    Curtir

  4. Eu só não saio mais de casa pq o dinheiro – ou a falta dele – não permite. Só o frio me tira o ânimo pra isso. Acho engraçado tu falares em idade, dizer que está velha… que deixa pra mim que já tenho quase 29? hahahah

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s